terça-feira, novembro 20, 2007

A economia fluminense tem crescido, há mais de uma década, mais rapidamente que a do resto do país.

Isto, contudo, não se tem traduzido numa melhora significativa da qualidade de vida de grande parte da população. Este processo, de fato, se dá essencialmente em função do extraordinário dinamismo do setor extrativo mineral (petróleo). Um setor intensivo em capital, que concentra o grosso de suas atividades no Norte do Estado, gera poucas recaídas para a Região Metropolitana, onde moram três de cada quatro moradores do Estado do Rio de Janeiro. Isto tem feito com que este crescimento acima da média nacional não reflita numa melhora dos indicadores do mercado de trabalho, muito menos dos indicadores sociais: a proporção de pobres no Estado, de fato, reduz-se mais vagarosamente que no resto do país.

Por outro lado, há de se considerar que o petróleo é um recurso finito, cuja perspectiva de demanda no médio prazo tem sido colocada em cheque pela crescente consciência, por parte da opinião pública mundial, de que sua utilização extensiva contribui para o aquecimento global. Além disso, é preciso preparar o Rio de Janeiro para o período de declínio da produção. A situação do estado pós-petróleo dependerá de ações tomadas no presente. A correta combinação do uso dos recursos gerados pela indústria de petróleo e gás com políticas públicas voltadas à melhoria do ambiente de negócios para micro e pequenos empreendedores, ao incentivo à produção de serviços especializados, demandados pelo setor de energia, ao incentivo à inovação e a diversificação da economia local são exemplos.

Torna-se necessário, portanto, elaborar uma estratégia de desenvolvimento mais ampla, inclusiva e sustentável.

Este projeto tem o objetivo de mobilizar as forças vivas da sociedade fluminense (diferentes níveis de governo, empresariado, academia e sociedade civil) numa série de debates em torno deste tema, bem como o de sistematizar e divulgar, em ampla escala, seus resultados, de modo a alimentar políticas públicas, em particular (mas não somente) do Governo do Estado, voltadas à melhora mais acelerada e acentuada das condições de vida da população do Rio de Janeiro.

Vejam mais detalhes em:
http://www.rioalemdopetroleo.com.br/

Altamente elogiável a iniciativa!

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial